ff



Uma homenagem ao maior jornalista e blogueiro de Tapera.
quarta-feira, 19 de agosto de 2009
ABERTA GUERRA AO CRACK

Cerca de 600 pessoas assistiram as palestras
“Crack, Ignorar não é nosso Vício”, evento promovido pelo Ministério Público de Tapera e AMAJA, com o apoio da Prefeitura Municipal, realizado na manhã desta quarta-feira, 19 no Tenarião, mais se pareceu a um grande Seminário, para passar a limpo um dos maiores flagelos da sociedade moderna.
O prefeito Ireneu Orth, na abertura dos trabalhos, sugeriu que “saiamos daqui conscientes e capazes de enfrentar de frente essa problemática das drogas em nossa cidade”.
O Promotor Dr. Valdoir Bernardi sintetizou a iniciativa de promover um evento como esse, como sendo uma orientação para que a Promotoria se integre à comunidade e na verdade, pode representar o início de uma tomada de consciência pela realização de um trabalho efetivo, integrando todas as forças com vistas à prevenção, repreensão e tratamento das pessoas que pendem para o lado das drogas, especialmente o Crack que se dissemina de forma alarmante e impressionante.
Entre outras coisas, ressaltou a necessidade de enfrentamento da situação, não permitindo essa inversão de valores que ora se verifica. Disse ainda que, entre os objetivos do evento ora realizado, está o estabelecimento de um protocolo de intenções envolvendo todos os segmentos da sociedade para fazer frente a uma realidade que assusta e preocupa a todos.
O Dr. Rodrigo Bortolli, revelou que o índice de criminalidade em Tapera está diretamente relacionado com o crescente consumo de Crack e sugeriu que se faça um diagnóstico da realidade local dessa verdadeira chaga social, chamando ao mesmo tempo, a participação da imprensa na divulgação de uma mensagem que ser cada vez mais internsa e eficiente.
Da fala do Dr. Marcelo Lemos Dornelles, Promotor e Presidente da Associação do Ministério Público Estadual, enfatizo a citação de que o problema do Crack é que, além de ser muito mais potente, não tem definida uma forma de tratamento, ao contrário de outros tipos de drogas lícitas e ilícitas.
A abordagem feita pelo Dr. Roberto Leite Pimentel, Coordenador da Divisão de Prevenção e Educação do Narcotráfico, ligado ao Diretor do DENARC, Delegado João Bancolini, prendeu a atenção da platéia com revelações surpreendentes sobre todos os tipos de drogas, mas especialmente em relação ao Crack. Mas, o mais importante de sua fala, foi quando disse que 99% dos problemas de drogatição se previne pela ação da família que deve ser mais responsável e participativa. Destacou que é engodo pensar que a prevenção deve ser atribuição apenas da escola.
Enfim, foi um evento de magnitude que contou com a participação de uma seleta platéia de cerca de 600 pessoas, entre autoridades e educadores que, a partir do que ouviram dos especialistas no assunto, tratarão a drogatição sob um outro olhar com foco principal na prevenção.
Caberá agora a cada município implementar suas ações no sentido de fazer o enfrentamento da situação em todos os sentidos, nunca esquecendo do oferecimento do Ministério Público e Poder Judiciário para somar as forças para fazer frente ao crescente consumo de drogas, principalmente do Crack.

Quero aqui abrir um parêntese sobre o enfoque dado pelo Dr. Marcelo referente ao poder de sedução do Crack, ressaltado por ele. Eu quero crer que, quando ele diz que o Crack é uma droga espetacular e com um poder de sedução infinitamente maior que as demais, como maconha e cocaína, não se estará chamando a atenção para o seu experimento? Eis a questão! Creio que, nessa de chamar a atenção para evitar o primeiro contato, seria um paradoxo dizer que o Crack tem todo esse poder de sedução. A mensagem pode ter um sentido inverso ao que supostamente se propõe. Posso estar equivocado, mas acho que não!

Postado por Leonardo Mayer as 19.8.09 e tem 5 comentarios
5 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

"O movimento anti-guerra, cria mais guerra. O movimento anti-drogas, na verdade, cria mais drogas. Porque nos focamos no que não queremos: Drogas!

Madre Tereza era brilhante. Disse que nunca faria parte de uma passeata anti-guerra... Se você tiver uma passeata pela Paz, me convide. Ela sabia. Ela entendia o Segredo. Veja o que ela manifestou no mundo"

http://www.osegredo.tv/voce.html

20 de agosto de 2009 15:46  
Anonymous Anônimo disse...

Mmmmmm...
Faz sentido.
Dizem que a palavra "não" também não fixa no nosso subconsciente.
Vai saber...

20 de agosto de 2009 16:07  
Anonymous Anônimo disse...

esutei pelo radio muito bom.gostaria de ter participado mas trabalho nesse horario

21 de agosto de 2009 07:49  
Anonymous Anônimo disse...

O problema do crack começou quando os nossos filhos começaram a ter liberdade demasiada e o trabalho antes dos 16 anos passoua ser proibido. As "AUTORIDADES" com a criação de leis como o Estatuto da Criança e do Adolescente preferiram os nossos filhos na rua a aprendendo alguma coisa para o futuro.
Os colégios também não puideram ter atitudes mais rígidas para com os alunos e os pais igualmente perderam autoridade.
Aí começou tudo! Podem apostar!
Hoje um pai, com essas novas leis, não pode sequer dar uma palmada ou chinelada na bunda que eles nos levam para o Conselho Tutelar.
Agora o problema taí e quem criou tá vendo que tem que ter uma solução.

21 de agosto de 2009 07:55  
Blogger Leonardo Mayer disse...

Quero, como cidadão comum e ouvinte, cumprimentar a direção de nossa Rádio Cultura e creio que muita gente também gostaria de fazê-lo, por ter transmitido ao vivo o evento sobre drogas. Parabéns mesmo! Foi um gol de letra, um gol de placa.
Ouvi muitos comentários a respeito desta iniciativa!
Parabéns e continuem assim, prestando esse tipo de serviço à nossa comunidade.

21 de agosto de 2009 15:47  

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 


   

 



Últimos Posts

CRACK, IGNORAR NÃO É NOSSO VÍCIO É NESTA QUARTA!
RAIO MATA 21 VACAS
POTENCIALIZANDO O HÁBITO DE LAVAR AS MÃOS!
UM BRINDE AO CALOR!
FAZER EXERCICIOS OU NÃO FAZER, EIS A QUESTÃO!
ACIDENTE EM BENTO MATA DOIS TRESCANTENSES
NÃO SERIA O CALÇADÃO DO ACESSO?
QUEM DIRIA, MEU OUVIDO HEIN!
COMO O TEMPO PASSA DEPRESSA!
VETERANOS DO AMÉRICA EM BRASILIA

Arquivos

Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013

 

 

 



WM INTERNET