ff



Uma homenagem ao maior jornalista e blogueiro de Tapera.
segunda-feira, 29 de março de 2010
ARMANDO NOGUEIRA, UMA INSPIRAÇÃO, QUE SE VAI!

Fiquei sabendo perto do meio dia, da morte do grande jornalista, cronista e poeta esportivo Armando Nogueira. Aí começei a viajar no tempo, lembrando como se há pouco ouvira a característica do Jornal Nacional, criado por ele há mais de 40 anos. Mas o que quero dizer é que lembro vagamente, mas lembro, de Armando Nogueira quando começei nas minhas lides jornalísticas, lá em Panambi. Aí lembrei do meu começo. Claro que não dá nem para comparar, mas mesmo assim guardo tudo com muito carinho.

Em Panambi tinha um Asilo que era referência no Estado. Não lembro mais o nome. Trabalhava na montagem do Jornal "A Notícia Ilustrada" de Panambi e por vezes ajudava na entrega do jornal que circulava três vezes por semana. E num desses dias, ao entregar jornal no Asilo, me compadeci com os velhinhos que encontrei lá. E aquela situação ficou gravada na minha memória.

Como gostava de ler e escrever, certo dia, sei lá porque cargas d'água, fui lá fazer uma visita aos bons velhinhos e decidi anotar algumas observações. Cheguei no jornal e escrevi o que chamei de redação, já que havia ganho alguns concursos no Colégio Evangélico Panambi. O mais importante deles foi um promovido pelo Serviço Militar do Exército, denominado " Brasil e Portugal, duas Pátrias uma só Família". Faturei o primeiro lugar num universo de estudantes na região militar que compreendia vários municípios. Ganhei uma viagem a Portugal, mas acabei desistindo!

O texto do asilo acabou sendo publicado no jornal e certo dia meu chefe me chamou e me convocou para ir a Ijui com ele. Estava escalado para fazer a reportagem do jogo do Internacional com o São Luiz de Ijui, na estréia de Benitez no gol colorado. O ano era 1977, disso não tenho dúvidas, mas não lembro o mês, muito menos o dia. Foi o começo de tudo!

Foi a partir daí que passei a observar com mais afinco o que diziam e escreviam os jornalistas. E sempre que tinha a oportunidade, lia e ouvia Armando Nogueira, cujo nome se confunde com a própria história da televisão e do jornalismo esportivo.

São lembranças de um tempo que guardo com carinho na minha memória e, na medida em que lembro, rendo minha homenagens a um artista da cronica esportiva que fez história e que história!

Postado por Leonardo Mayer as 29.3.10 e tem 0 comentarios
0 Comments:

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 


   

 



Últimos Posts

MAIS UM ACIDENTE COM MORTE NA RS 223
Gostei tanto que faço questão de registrar: A Hor...
MAIS DE 1000 MOTOS BAIXAM EM TAPERA
HOJE TEM NASI NA IRA DO ROCK NA TOCA
PENA LEVE PARA UM CRIME TAMANHA BARBÁRIE
COMEÇA POR TAPERA MOBILIZAÇÃO PELA VOTAÇÃO JÁ DAS ...
O MAIOR JULGAMENTO DOS ÚLTIMOS TEMPOS!
AGRICULTURA E MEIO AMBIENTE, SOLUÇÃO JÁ!
MALUF NA LISTA VERMELHA DA INTERPOOL
TOCA DO COELHO EM NÍVEL ESTADUAL

Arquivos

Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013

 

 

 



WM INTERNET