ff



Uma homenagem ao maior jornalista e blogueiro de Tapera.
domingo, 6 de junho de 2010
DA BUROCRACIA DA MÁQUINA PÚBLICA!

Estava eu aqui pensando com meus botões nesta manhã fria de domingo – pelo jeito o dito cujo chegou mesmo né – sobre a situação das estradas que nos rodeiam, e fazendo uma relação com a burocracia que impere nas instituições públicas. De uma hora para outra saímos do inferno para o paraíso, se bem que penamos por um longo tempo até chegar a esta condição. Tudo por causa da burocracia, no caso específico da máquina pública, que é obrigada por força de lei, a cumprir um rito muito longo até que todos os trâmites estejam preenchidos.
O problema se agrava em razão de que é preciso que a estrada chegue ao limite da tolerância da trafegabilidade para que haja a intervenção dos órgãos competentes.
E não tem como adotar uma postura preventiva em se tratando de recuperação de estradas, apenas as operações tapa-buracos. Só quando não há mais condições de manter esta operação, aí se inicia o processo para a recuperação em sua plenitude. Assim foi com a Perimetral Leste Edvino Maldaner, assim está sendo com a RS 223, cuja recuperação começa acontecer só agora, depois de tantos problemas.
A máquina pública é assim mesmo. Há que observar os prazos e requisitos básicos para que o processo se concretize.
Agora o berro é contra a situação do trecho na saída de Tapera para Lagoa dos Três Cantos. A recuperação também vai acontecer, só tem que esperar, mesmo sabendo-se que esta situação pode custar muitos transtornos, prejuízos materiais e riscos de acidentes. Neste caso é preciso redobrar os cuidados aos transpor vias nestas condições. Não há outro jeito, isso faz parte do jogo da vida e não adianta se estressar.

Postado por Leonardo Mayer as 6.6.10 e tem 18 comentarios
18 Comments:
Anonymous Anônimo disse...

Pelo jeito está mais fácil o assoalto entre Tapera e Lagoa desaparecer, do que o de Lagoa a Não me Toque aparecer.

6 de junho de 2010 10:43  
Anonymous Anônimo disse...

Eu aproveito para pedir para todos engenheiros de plantão a "ficar de olho" nas Especificações de Contratos de asfalto em todo pais: na espessura, largura, comprimento, volume de aterro, cortes e compactação. Se o cidadão comum fiscalizasse com máquina fotográfica e fita métrica na mão, quem sabe as coisas começassem a funcionar nesse pais. Tapera poderia dar o exemplo nacional.

6 de junho de 2010 12:58  
Anonymous Anônimo disse...

Epoca de campanha, quero ver se todos esses remendos que estao sendo realizados na regiao se concretizam ate as eleiçoes com um serviço de categoria, ou sera apenas um chamativo eleitoral da nossa querida governadora.

7 de junho de 2010 08:39  
Anonymous Anônimo disse...

08:39 Assim como o PAC do Lula. Inaugurando pedra fundamental. Político em época de eleição faz o que pode e o que não pode. Tá mais para emPACado do que outra coisa.

Por falar nisso, o que vocês acham de um presidente que é multado 5 vezes em tão pouco tempo?

Se fosse multa de trânsito já teria a carteira cassada!

7 de junho de 2010 11:47  
Anonymous Anônimo disse...

O blog tá mais parado do que comitê de candidato pobre de partido nanico. Nem o dono comparece...

7 de junho de 2010 15:39  
Anonymous Anônimo disse...

(continuação)

Folha - Onézimo diz ter sido convidado para a reunião no Fritz pelo Pimentel. Isso ocorreu?
Luiz Lanzetta - É delírio. O Pimentel nem sabia disso. Só fui falar depois, quando começou a aparecer essa reunião. Falei para ele como tinha sido e que nada havia sido acertado.

Folha - Há uma informação de que Fernando Pimentel tinha conhecimento sobre a finalização da apuração que Amaury Ribeiro Jr. fazia, sobre privatizações e negócios de Verônica, filha de José Serra. Como se dava essa troca de informações?
Luiz Lanzetta - Não tinha. De minha parte, não.

Folha - Mas o Amaury poderia falar diretamente com Pimentel?
Luiz Lanzetta - Ah... só se houve algo assim. Porque nunca houve reunião que eu tenha visto dos dois.

Folha - Há também uma informação de que por algum canal, da pré-campanha ou do PT, Amaury Ribeiro teria sido remunerado regularmente para continuar suas apurações. Essa informação é real?
Luiz Lanzetta - Não tenho conhecimento. Pelo que eu sei não houve nada. O Amaury tem recursos para tocar a vida dele.

Folha - Quais serão seus próximos passos na pré-campanha?
Luiz Lanzetta - Hoje devo soltar uma nota a respeito de tudo. Tudo o que aconteceu diz respeito a mim. A reunião foi um ato feito voluntariamente por mim. Hoje [ontem] eu mandei uma carta para a pré-campanha e me desliguei. E agora ficou claro que não tem central de arapongas e dossiês porque ninguém foi contratado. Então eu posso me desligar e me aliviar e ir embora. Ninguém foi contratado, não existe. Mandei uma carta hoje [ontem] de madrugada. Quando eu vi as entrevistas [de Onézimo e uma reportagem sobre Dadá] eu pensei: 'Dá para falar'. Fiquei tranquilo porque tudo está no meu âmbito. A carta foi para algumas pessoas, mas basicamente para a Helena Chagas.

Folha - Mas o seu contrato não vai até o final de junho?
Luiz Lanzetta - Eu estou saindo pessoalmente. O meu contrato eu estou abrindo mão e com grande alívio.

Folha - Mas se ao seu juízo nada errado foi feito, por que então sair da campanha?
Luiz Lanzetta - Por que não tenho como ficar na campanha nessa situação. É melhor para todos a minha saída. Foram 40 dias dizendo que eu fiz uma coisa que eu não fiz. E o principal é que ficou esclarecido que nenhum negócio foi feito como nos acusaram.

7 de junho de 2010 20:09  
Anonymous Anônimo disse...

Onézimo disse a Lanzetta que Itagiba estava fazendo dossiês contra a base aliada

A jornal demo-tucano Folha de São Paulo, viu que a versão que rola por aí de supostos aloprados, e supostos dossiês, não tem como ser sustentada. Há testemunhas.

Entao entrevistou Luiz Lanzetta, e publicou. Segue trechos da entrevista:

Folha - Quem estava na reunião de 20 de abril no restaurante Fritz, em Brasília?
Luiz Lanzetta - Cinco pessoas. Onézimo, Amaury, o Dadá, o Benedito e eu.

Folha - Quem marcou a reunião e fez os convites?
Luiz Lanzetta - Eu não me lembro.

Folha - Por que pessoas como o Benedito e o Amaury estavam nessa reunião?
Luiz Lanzetta - O Benedito estava lá até para me servir de testemunha agora. Até porque o Onézimo parece ter sido acometido por uma crise de ética que ficou retida por dois meses. Ele chegou ao encontro dizendo que transportava dinheiro. Os dois, ele e o Dadá, falaram ter conhecimento de que o Marcelo Itagiba estaria montando cem dossiês. Ofereceram-se.

Folha - Como foram os contatos seguintes?
Luiz Lanzetta - Nunca mais vi os dois. O fato a ser dito é que não foi feito nenhum contrato.

Folha - Numa entrevista, Onézimo falou ter sido proposto a ele grampear e espionar pessoas. Isso não é fato?
Luiz Lanzetta - Ele que ofereceu serviços de espionagem. Eu fui lá ouvir. Levantei e fui embora.

Folha - Mas Onézimo é muito assertivo ao dizer que foi proposto a ele buscar dados da vida pessoal do pré-candidato José Serra.
Luiz Lanzetta - Não é verdade. Não se tratou de Serra. Ele montou essa reunião agora para dar essa mídia toda. Não teve isso. Eu fui para uma reunião, ouço um monte de coisa, levanto e vou embora. Não faço contrato. Nunca mais falo com a pessoa. De repente aparece como se fosse uma proposta minha? Eu nunca mais quis encontrar com ele.
Ele veio se oferecer para acompanhar o Marcelo Itagiba. Disseram que sabiam que o Marcelo Itagiba estava trabalhando porque já trabalharam na equipe dele e o conheceram.

Folha - Mas Onézimo se ofereceu explicitamente para investigar Marcelo Itagiba?
Luiz Lanzetta - Explicitamente.

Folha - Qual serviço exatamente foi oferecido?
Luiz Lanzetta - Eles começaram a falar o que eles têm de serviço. Demonstram como seguem, como gravam. Essas coisas todas. Eu comecei nem prestar mais atenção. Eles falaram que o Marcelo Itagiba estava fazendo cem dossiês contra a base aliada. Estaria fazendo isso com uma série de ex-agentes da Polícia Federal e da Abin no gabinete dele. Essa informação era o que eles queriam dar e depois se ofereceram para ir atrás disso. Era uma coisa um pouco pirotécnica. Mas da nossa parte nada prosperou. É impressionante: é uma coisa da qual caímos fora e ficou como se tivéssemos feito.

7 de junho de 2010 20:09  
Anonymous Anônimo disse...

Bobo somos nos e nao o presidente!!!

7 de junho de 2010 20:16  
Anonymous Anônimo disse...

Folha - Quem marcou a reunião e fez os convites?

Luiz Lanzetta - Eu não me lembro.

Daí em diante não li mais.
É prova que é tudo mentira do Lanzetta.
Uma reunião importantíssima como esta e o cara não lembra quem marcou ou convidou?
Conta outra que esta não passou!

7 de junho de 2010 23:25  
Anonymous Anônimo disse...

GENTE FINA!

Lanzetta afirmou que a disputa de poder no comando da campanha de Dilma envolvia um grupo integrante do governo da ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (2001-2004) e o grupo comandado pelo ex-prefeito de Belo Horizonte (MG) Fernando Pimentel, um dos coordenadores da campanha petista. Lanzetta afirma que o grupo adversário de Pimentel “queria entrar na campanha de Dilma a qualquer preço”. Questionado sobre quem integrava esse grupo, ele não quis citar nomes.

Desde o final de maio, quando reportagens foram publicadas descrevendo o que teria acontecido no encontro realizado no restaurante, o comando do PT tem dito que ninguém da coordenação da campanha participou do episódio. A negociação com o delegado aposentado teria sido obra do jornalista, sem o conhecimento da campanha petista, disse o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra.

Fonte: G1
http://g1.globo.com/especiais/eleicoes-2010/noticia/2010/06/lanzetta-diz-que-guerra-interna-do-pt-fez-vazar-oferta-de-dossie.html

7 de junho de 2010 23:30  
Anonymous Anônimo disse...

quer saber as verdades sobre as falcatruas do PT
www.gentequemente.org.br

8 de junho de 2010 10:16  
Anonymous Anônimo disse...

PT ingressou com interpelação na justiça contra Serra por acusação sobre "dossiê"

O Partido dos Trabalhadores protocolou nesta segunda-feira (7), no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo, interpelação judicial contra o tucano José Serra, para que ele explique acusações feitas à pré-candidata Dilma Roussseff e outros integrantes do PT.

Na semana passada, Serra disse que Dilma era a "responsável" pela suposta elaboração de um suposto dossiê contra ele, fazendo acusações e ilações ainda contra o senador Alizio Mercadante e o deputado federal Ricardo Berzoini.

Os advogados Pierpaolo Bottini e Igor Tamasauskas, representando o PT, pedem que o ex-governador fundamente as declarações concedidas à imprensa.

"Precisamos confirmar se ele mantém o que disse e identificar nessas declarações indícios de situação de crime, algum ilícito civil indenizável, uma situação de ofensa", afirmou Tamasauskas à Agência Reuters.

8 de junho de 2010 11:21  
Anonymous Anônimo disse...

Não existe surpresa em tudo isso, botaram um monte de sindicalista, todo mundo sabe quem são esses sindicalistas no Brasil, reputação zero, a nos governar só podia dar nisso. Ah, naõ é porque estão usando terno ficaram cidadões respeitáveis, por sinal terminaram com a reputação do terno.

8 de junho de 2010 11:58  
Anonymous Anônimo disse...

E POR FALAR EM PT. EM TAPERA ESTÃO BEM REPRESENTADOS. AGUARDEM PARA VER.

8 de junho de 2010 13:21  
Anonymous Anônimo disse...

CADÊ O MEU COMENTÁRIO? É BOM CRITICAR. QDO SE FALA NO PP NÃO É PUBLICADO. INTERESSANTE SENHOR LEONARDO.
O PP NÃO TEM MORAL, E VC É COLIVENTE A TUDO ISSO. QUE OS VIDROS ESTÃO SE PARTINDO, ESTÃO. ATÉ QDO A BOMBA MAIOR VAI ESTOURAR. AGUARDAREMOS.

9 de junho de 2010 16:33  
Anonymous Anônimo disse...

Um presidente que é infrator da lei não merece nem cela individual.
cadeia! e chega de mentiras!
O fascismo do mussolini ta ai, antecipando o estado totalitário.
e os medíocres... -o PIB isso, o PIB aquilo...
qro ver reverter o crescimento do PIB em investimentos de infra-estrutura. (inclui-se ai o asfalto q estão pleiteando nesse post)

9 de junho de 2010 17:03  
Anonymous Anônimo disse...

e outra coisa...
PAC 1 PAC 2... é puro sensacionalismo com o poder!
além de não cumprir o tal programa, estamos em PENÚLTIMO no ranking mundial em Investimento público em infra-estrutura (% ao PIB).
como já falei anteriormente...
só estamos afrente do Turcomenistão!
q blzaaaa

9 de junho de 2010 17:08  
Anonymous Anônimo disse...

Como que Serra vai se elege se o Lula e o seu governo tem 80% de aprovação???? O PIB eh recorde, geraçao de emprego, bolsa-familia!!!
O Serra nao pode nem critica o Lula, vai fala sobre o que? O crack, dossie?? Isso nao da voto!!

10 de junho de 2010 23:37  

Postar um comentário

Voltar ao blog



Posts mais recentes Posts mais antigos

 
Google
 


   

 



Últimos Posts

ACIDENTE ENTRE TAPERA E LAGOA
DIA DO MEIO AMBIENTE: O QUE NÃO FAZER!
NO DIA DO MEIO AMBIENTE O DIA DA COLETA DO ÓLEO DE...
ENCONTRO DOS ASSESSORES DE COMUNICAÇÃO
CONTRARIO E A FAVOR
LETÍCIA BORGHETTI KUHN TAMBÉM FAZ ACONTECER
E QUE TAL TRANSFORMAR O BAILE DO QUATI!
EM NOITE DE BAILE DO QUATI!
ENFIM A QUEDA DE FOSSATI
O MAIOR INVESTIMENTO DO ESTADO NO MUNICÍPIO DE TAPERA

Arquivos

Setembro 2007 Outubro 2007 Novembro 2007 Dezembro 2007 Janeiro 2008 Fevereiro 2008 Março 2008 Abril 2008 Maio 2008 Junho 2008 Julho 2008 Agosto 2008 Setembro 2008 Outubro 2008 Novembro 2008 Dezembro 2008 Janeiro 2009 Fevereiro 2009 Março 2009 Abril 2009 Maio 2009 Junho 2009 Julho 2009 Agosto 2009 Setembro 2009 Outubro 2009 Novembro 2009 Dezembro 2009 Janeiro 2010 Fevereiro 2010 Março 2010 Abril 2010 Maio 2010 Junho 2010 Julho 2010 Agosto 2010 Setembro 2010 Outubro 2010 Novembro 2010 Dezembro 2010 Janeiro 2011 Fevereiro 2011 Março 2011 Abril 2011 Maio 2011 Junho 2011 Julho 2011 Agosto 2011 Setembro 2011 Outubro 2011 Novembro 2011 Dezembro 2011 Janeiro 2012 Fevereiro 2012 Março 2012 Abril 2012 Maio 2012 Junho 2012 Julho 2012 Agosto 2012 Setembro 2012 Outubro 2012 Novembro 2012 Dezembro 2012 Janeiro 2013 Fevereiro 2013 Março 2013 Abril 2013 Maio 2013

 

 

 



WM INTERNET